Artistas

Yamandu Costa
Brasil
brasileira instrumental

O Festim 2017 começa com a corda toda. Yamandu Costa é um guitarrista tocado pelo génio. Cresceu no seio das tradições gaúchas mas cedo construiu uma linguagem musical sem fronteiras. A sua criatividade desenvolve-se sobre uma técnica absolutamente virtuosa, num arrebatamento que faz de Yamandu um fenómeno da música instrumental brasileira de todos os tempos. Nestes concertos a solo, formato em que se entrega na plenitude, revela-nos uma profunda intimidade com o seu ‘violão’. É um privilégio receber Yamandu Costa na abertura do Festim!

Yamandu Costa – violão (guitarra)

Albergaria-a-Velha Qui 22 junho 22h Cineteatro Alba
Oliveira do Bairro Sex 23 junho 22h Quartel das Artes Dr. Alípio Sol

Hazmat Modine
EUA
folk blues

Hazmat Modine é uma super-banda sediada em Nova Iorque, com profundas raízes no blues e de portas abertas ao folk, jazz e world music, ou não absorvesse as sonoridades de uma América multicultural. Além das harmonias vocais, a profusão instrumental desta feliz formação vai do banjo à harmónica, entre guitarras e metais, e desemboca num instrumento inventado por um luso-americano: o sousafone, o maior dos instrumentos de sopro. Com um experiente percurso pelos quatro cantos do planeta, os Hazmat Modine passam pelo Festim para três noites de triunfo.

Wade Schumann - harmónica, guitarra, banjo, voz
Erik Della Penna - voz, banjo, guitarra
Reut Regev - trombone
Joseph Daley - sousafone
Tim Keiper – percussão, bateria
Steve Elson – saxofones, clarinete, duduk, flauta
Michaela Gomez - guitarras, banjo
Pamela Fleming - trompete, fliscorne

Águeda Qui 6 julho 22h Largo 1º Maio (AgitÁgueda)
Estarreja Sex 7 julho 22h Cine-Teatro de Estarreja
Sever do Vouga Sáb 8 julho 22h Parque Urbano

Artista 3
-
-

Artista 4

Artista 5

Artista 6

Artista 7